terça-feira, 9 de março de 2010

Silêncio.


Se eu pudesse entender o teu corpo
Se seus olhos me falassem a verdade
Mas nem uma só palavra.

Estou cansando de esperar-te
Tu és homem sem coração

Fizeste-me te amar,
Sem dizer
Sem olhar
Sem tocar.

Um comentário: