terça-feira, 1 de março de 2011

Novo amanhã.


Primeiro foi incomodo, depois me lembrei de quem estava do meu lado, queria acordar naquela hora mesma pra confirmar que aquele momento era real. Os dedos dele delineavam as minhas costas e eu podia ouvir o sorriso contido dele me vendo arrepiar. Fechei os olhos de novo, queria me virar e beijá-lo, mas depois de estudar meu corpo percebi que estava cansada e feliz demais pra impedi-lo de terminar o que ele estava querendo começar.
Ele beijou minhas costas e meu pescoço. Eu fechei os olhos decifrando o que ele passava com aqueles beijos. Ele virou e percebi que ele se aquietou. Encostei minha boca na nuca dele e o abracei, o abracei como se o amor estivesse ali encarnado e despertando emoções que só o amor consegue lidar.
Nossas mentes estavam conectadas demais, os olhos fixos um no outro nos lembramos da conversa estranha de ”amigos” de onde tudo começou, da descoberta do perfume e dos sentidos que aquele cheiro trazia um ao outro, rimos felizes com o que tinha acontecido. Fomos apresentados ao amor.
Ele chegou bem perto da minha boca e perguntou “Posso te beijar?”, eu sorri, “Se não demorar muito, porque tenho um encontro marcado com meu amigo as 10h”. Ele me beijou lentamente e disse “E se eu trouxer ele aqui facilitaria as coisas?” “Só não deixe ele te ver assim, ele tem um pouco de ciúmes, eu nunca entendi, então é melhor sem constrangimentos”. Agora o beijo foi intenso, como se fossemos o casal de amigos mais apaixonados da cidade.
Liguei os pontos e percebi que nossa energia é forte, é mais ligada e mais antiga que eu imaginava, aliás, eu nem imaginava. A cada beijo, cheiro, aperto e língua descobri que o amor da minha vida sempre esteve do meu lado.


Licença Creative Commons
A obra Novo amanhã. de Elyza C. foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em elyzacardoso.blogspot.com.
Permissões adicionais ao âmbito desta licença podem estar disponíveis em www.elyzacardoso.blogspot.com.

Um comentário:

thiagomotademelo disse...

Poxa vida, a cada texto novo você se supera. Um melhor que o outro, muito bom mesmo.
Parabéns e Sucessos

=*