sábado, 26 de dezembro de 2009

Bad Date.


"Você ter me conhecido num dia mal não explica sua falta de criatividade na conquista e o teu silêncio medonho no nosso primeiro encontro. O meu descontrole emocional não explica a sua falta de capacidade de tomar iniciativa e o seu jeito desajeitado de saber quando e como conversar. Nossas conversas dizem muito a respeito dos seus relacionamentos anteriores. Tirei minhas conclusões. Um conselho? Mude de profissão. Você não leva o menor jeito pra isso. O que eu vou fazer a respeito? Se ninguém te ensinou pode ter certeza que não vai ser eu que irá te dar uma primeira aula. Não preciso de alguém que faça as mesmas coisas que eu pra me impressionar, já tenho uma sombra e olha que ela nem me impressiona assim. Fique com sua altivez e com tudo aquilo que você acha que te faz um homem e não entre no meu caminho novamente. Poupe o seu e o meu tempo. Nem sonhe em me ligar. Boa noite." Queria ser forte assim.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Tardes infelizes de Dezembro


Queria eu que tudo tivesse dado certo
Que as tardes de dezembro fossem pra usufruir da conquista
Queria eu que cantássemos juntos
Que o frio fosse só mais um pretexto pra ficarmos em casa

Sei que meus risos não tem sido os mesmos
Não tenho rido ultimamente, eu sei.
A frustração já chegou a mim,
Só o arrependimento que não vem enfim.

Não prometo ser melhor na próxima vez
Já prometi e falhei com embriaguez
Não que eu tenha bebido
- Não gosto de bebidas
Mas por pura estupidez.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Coração Frio.


Não sei em quem pensar
Não queria sentir duvidas
Parece que minha mente quer se apaixonar
Mas no meu coração
Só escuto batidas
Batidas cotidianas de uma alma sem amor
Esse coração solitário
Está com saudades de alguém
Alguém lá de trás
Num passado sem voltas
Mas aí bate a duvida
E o coração frio acelera.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Conto de fadas.


É nesses filmes de amor americano que nós acreditamos. É nos homens com defeitos charmosos e superáveis que nós desejamos. É nesse universo que criamos. É a fantasia de ser amada mais a cada dia, é alguém pra ficar conosco eternamente, que nós deliramos, constantemente.
Afinal, qual é o problema em sonhar em ser feliz? Qual é o problema de ser feliz do nosso jeito, com os nossos sonhos e finais felizes? Será que eu posso acreditar na mentira que é apresentada a mim ao longo dos dias? Será que eu posso ficar até as duas da madrugada ouvindo Tom Jobim sonhando acordada em ser desejada por alguém que nem sabe que eu existo?
Definitivamente não importo com críticas humanas me fazendo desistir do que eu acredito. Pode ser uma mentira, sim, mas é o que eu acredito. Talvez um dia eu acorde e veja com os machucados e feridas que nada disso existe e que o amor continua sendo uma completa ilusão. Mas ser feliz nessa vida, eu não desisto nunca.

domingo, 6 de dezembro de 2009

A fuga.


É perigoso demais
Há olhares de ódio e inveja
Há um aviso em cada palavra e ato nosso
- É perigoso demais!

Estamos arriscando tudo
Deixamos tudo pra traz
Fizemos um caos
Tudo por causa do nosso amor

Amor jurado nas noites caladas
Amor jurado nas tentativas de fuga
Jurado nas cartas de amor
Nas canções de dor


A morte pode nos pegar
Mas que estejamos juntos.
Podemos nos perder
Mas que em cada ar inalado
Seja lembrado
O sentido do nosso amor.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Carta.


Me peguei pensando em você
Me peguei lembrando da nossa brincadeirinha secreta
Estou com saudades de te ter.
Sinto sua falta.

Por isso,
Venho por esta
Para te convidar a me tirar da solidão
Te convidar a me surpreender
Convidar a me amar
Sem temer
Só olhar e me amar.